segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Agenda

De tempos em tempos, eu organizo o meu computador.

Não que seja algo calculado, pois não é. às vezes me dá na cabeça de fazer, e faço. coloco um fone com uma música que agrade, e perco
alguns adoráveis minutos nesta atividade. a área de trabalho, e a pasta que chamei de "downloads" são sempre muito alteradas. por vezes, quando sinto falta
de alguma pasta que possa me ajudar na organização, a crio, e já a recheio. mudo o papel de parede, se o antigo já não me agradar mais, recorto e colo certas
coisas.

Sendo esta atividade assim, tão irregular, me lembra de comentar uma idéia que tive. não sei dizer se já a contei para algúem, e se já, que faça o
favor de pular o parágrafo.

A idéia pode soar estranha, mas a mim parece fazer todo sentido: na minha cabeça, organização é questão de sorte, e genética. Do mesmo modo como
pessoas desorganizadas têm sérias dificuldades em manter tudo em seu devido lugar, aqueles que nascem com uma disposição maior nesse sentido não entendem
como seus opostos conseguem viver de modo tão desorganizado. baseio esta teoria em experiência pessoal. especialmente na genuína expressão de surpresa de
minha mãe quando, em minha juventude, observava o quanto meu quarto era desorganizado e em uma parenta, ainda criança, que mantém tudo mais organizado que a
maioria dos adultos, de modo que seus pais até mesmo tentam desencorajar este excesso de zelo. acrescento a isso, ainda, a dificuldade que um tipo de pessoa
tem para se adaptar aos modos da outra, a esse respeito. para ilustrar isto, admito que comecei a refletir sobre o assunto por ser absolutamente incapaz de
utilizar uma agenda. por mais que quisesse manter nota de meus compromissos e apontamentos, simplesmente nunca consegui me habituar a essa útil ferramenta.

É claro, não penso em usar isso como desculpa para faltar a compromissos,
mas acho que é algo que influi diretamente na organização de minha vida.
O que se fazer, então?

Não se nasce com incapacidades, apenas com incompatibilidades. É claro que não se é capaz de voar, mas vocês me entendem.

E quanto à agenda?

Bem, ainda estou tentando.

Nenhum comentário: